Indicações de Tempo: HÁ, A, ATRÁS, FAZ, AQUI A

Tempo passado-presente: e faz

Quando se quer indicar tempo transcorrido (do passado até o presente), emprega-se impessoalmente o verbo haver, tanto quanto o verbo fazer:

dois anos (que) não o vejo.

Faz dois anos que não o vejo.

Inventada em 1851, a máquina de costura de Isaac Singer domina o mercado 150 anos.

[... faz 150 anos]

/ faz um século, havia cerca de 80 mil tigres no mundo.

Há ou atrás

Quando se quer indicar um acontecimento no passado usa-se HÁ ou ATRÁS. Nunca juntos [há tempo atrás], por ser redundância. Até podemos falar ‘há tempo atrás’ como um reforço, uma vez que o ouvido pode captar mal o som / a / inicial, mas ao escrever devemos usar ou um ou outro termo:

A aparição da cerâmica na Amazônia data de 3.000 anos atrás.

Essa civilização desapareceu 200 anos [ou: desapareceu 200 anos atrás].

Até pouco tempo atrás não se pensava nesse tipo de cartilha.

Até pouco tempo os professores eletrônicos eram inacessíveis à maioria.

Exibia uma vasta cabeleira até dois anos atrás, mas o vi há um mês sem um fio de cabelo.

Tempo pretérito: havia e fazia

Quando se quer indicar tempo transcorrido apenas no passado, usa-se havia ou fazia. Está se generalizando o emprego de ‘‘ em qualquer situação de tempo transcorrido, mas é preciso lembrar que há se refere a uma data no passado tendo como referência o dia de hoje. Quando se quer marcar um tempo anterior a uma ação pretérita, deve-se usar, em redações formais, havia ou fazia (este fica mais espontâneo). Vejamos alguns exemplos:

Fazia tempo que eu não pilotava algo tão rápido. [hoje, agora, já estou pilotando]

Havia/ Fazia uma semana que estava soterrado quando o encontraram. [tudo aconteceu no passado]

Criticou-se a decisão de entregar a aeronave ao comando de um piloto que estava inativo havia vários meses.

Em 1866, o tigreiro Wenceslau tinha 18 anos e estava casado havia sete meses.

O cabo Cedric Tornay tinha se irritado depois de receber uma advertência e de fato estava chefiando o grupo responsável pela segurança do Papa havia sete meses, desde que o comandante anterior se aposentara.

Tempo futuro: “a” e daqui a

Na indicação de um tempo que se conta de hoje para o futuro, usa-se DAQUI A ou apenas a preposição A, conforme a construção frasal:

Viajaremos daqui a dois dias.

Daqui a pouco até eu me sentirei um peixe fora d’água.

Estamos a uma semana do festival e nada foi feito. [o festival acontecerá daqui a uma semana]

Embora estejamos ainda a seis meses da realização do evento, vimos convidá-la a tomar parte do corpo de jurados. [o evento será daqui a seis meses]

A 13 dias do encerramento do prazo para declaração do Imposto de Renda, 12 milhões de pessoas ainda não entregaram o documento ao fisco. Teremos congestionamento!

De fato, a 40 dias do campeonato e com esse despreparo, não se pode esperar o título.

fonte: Maria TQ Piacentini

Tech Tags:

About these ads

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 221 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: