Singular ou Plural

A flexão de número distingue o singular (um só ser) do plural (mais de um ser). Contudo, há casos em que tal distinção não se apresenta tão cristalina. Em certas palavras, a flexão de número acarreta variações semânticas. Encontram-se nesse caso:

amar (o sentimento) – amores (relações amorosas, namoro)

bem (o que é bom) - bens (propriedades)

féria (o dinheiro das vendas realizadas no dia) – férias (dias de descanso)

ferro (metal) – ferros (algemas)

honra (princípio ético que leva a uma conduta) – honras (homenagens)

ouro (metal) – ouros (um dos quatro naipes)

vergonha (o sentimento) – vergonhas (órgãos sexuais humanos)

Há, ainda, substantivos empregados somente no plural, tais como: afazeres, anais, arredores, belas-artes, belas-letras, confins, exéquias, núpcias, trevas e víveres.

Mais suscetíveis de dúvidas são os casos em que o número morfológico não coincide com o número semântico. Em outras palavras, casos em que um substantivo no singular designa mais de um ser. Isso ocorre quando o substantivo se refere a vários seres de uma mesma classe considerados como um todo. Muitos substantivos desse tipo são classificados como coletivos. São exemplos de substantivos coletivos: alcatéia (de lobos), cardume (de peixes), caravana (de viajantes), constelação (de estrelas), elenco (de atores), matilha (de cães), resma (de papel) etc. Note-se que a maioria dos coletivos, por já designar um grupo específico, exclui a necessidade de se nomearem os seres a que se refere; dizer um cardume de peixes é cair em redundância.

Além dos coletivos específicos, existem substantivos que designam conjuntos de forma genérica, havendo, pois, a necessidade de nomear os seres a que se deseja referir, tais como: um grupo de amigos, o conselho de pais, o conjunto de práticas, a equipe de médicas. E são justamente palavras como essas que podem gerar dúvidas.

Como vimos, uma das funções sintáticas que os substantivos exercem é a de sujeito. Sabemos que, em português, o verbo concorda em número com o sujeito da oração: O professor saiu/Os professores saíram. A mesma regra se aplica quando o sujeito é um substantivo que designa um conjunto ou grupo: se, do ponto de vista morfológico, o substantivo sujeito estiver no singular, o verbo que com ele concorda também vem no singular. Assim, temos A equipe de médicos salvou o paciente. Porém, com expressões do tipo de a maioria de, a maior parte de, grande número de, chamadas expressões partitivas, a Gramática Normativa admite as duas possibilidades: o verbo pode ir para o singular ou plural. É considerado correto tanto A maioria dos alunos faltou à aula quanto A maioria dos alunos faltaram à aula. Celso Cunha e Lindley Cintra observam o seguinte, na Nova gramática do português contemporâneo:

A cada uma destas possibilidades corresponde um novo matiz da expressão. Deixamos o verbo no singular quando queremos destacar o conjunto como uma unidade. Levamos o verbo ao plural para evidenciarmos os vários elementos que compõem o todo.

Uma dica: em caso de dúvida se a expressão admite ou não a concordância com o plural, é melhor deixar o verbo no singular, de modo a evitar possíveis erros.

About these ads

7 comments so far

  1. carina coreiro araujo on

    ola fla plural pois asa ser de

  2. LUANE on

    desculpe mas nao respondeu a minha pergunta de listas de coletivos

  3. romerson on

    tu quer da tambem?
    me envia a menssagem blz

  4. Jeferson Verner Loubac on

    Solicito informar qual é o correto:

    SINGULAR PLURAL
    currículo os curriculos
    ou
    os currícula

    Obrigado.

    Jeferson

  5. Camila on

    A flexão de número distingue o singular (um só ser) do plural (mais de um ser).
    a ânsia as ânsias a costa as costa o sapinho os sapinhos

  6. Patrícia on

    estou com muita duvida me ajudem
    em plural notei que estou errando bastante
    como fica a frase:
    minha vida são vocês
    ou
    minha vida é vocês???
    aguardo resposta

  7. Shamone on

    Tenho duvida na frase!

    Temos 25 sabores de Pastel ou
    Temos 25 sabores de Pasteis!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 216 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: