Dia das Bruxas

Postado em Atualizado em

O Halloween nome original na língua inglesa, é um evento de cariz tradicional, que ocorre nos países anglosaxónicos, com especial relevância na Irlanda, Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, tendo como base e origem, as celebrações pagãs dos antigos povos celtas.

História

A origem do halloween remonta às tradições dos povos que habitaram a actual ilha da Irlanda, Gália e as ilhas britânicas entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcadas diferenças em relação às actuais abóboras ou da famosa frase “Doces ou Surpresas”, exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração.

Originalmente, o halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de Outubro e 2 de Novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente “fim do verão” na língua celta).

O fim do verão era considerado como ano novo para os celtas. Era pois uma data sagrada uma vez que, durante este período, os celtas consideravam que o “véu” entre o mundo material e o mundo dos mortos (ancestrais) e dos deuses (mundo divino) ficava mais ténue.

O Samhain era comemorado por volta do dia 1 de Novembro, com alegria e homenagens aos que já partiram e aos deuses. Para os celtas, os deuses também eram seus ancestrais, os primeiros de toda árvore genealógica.

Etimologia

Uma vez que entre o pôr-do-sol do dia 31 de Outubro e 1 de Novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês) acredita-se que assim se deu origem ao nome actual da festa: Hallow Evening -> Hallowe’en -> Halloween. Rapidamente se conclui que o termo “Dia das Bruxas” não é utilizado pelos povos de língua inglesa, sendo esta uma designação apenas dos povos de língua oficial portuguesa.

A relação da comemoração desta data com as bruxas propriamente ditas, terá começado na Idade Média no seguimento das perseguições incitadas por líderes políticos e religiosos, sendo conduzidos julgamentos pela Inquisição, com o intuito de condenar os homens ou mulheres que fossem considerados curandeiros e/ou pagãos. Todos os que fossem alvo de tal suspeita eram designados por bruxos ou bruxas, com elevado sentido negativo e pejorativo, devendo ser julgados pelo tribunal do Santo Ofício e, na maioria das vezes, queimados na fogueira nos designados autos-de-fé.

Essa designação se perpetuou e a comemoração do halloween, levada até aos Estados Unidos pelos emigrantes irlandeses (povo de etnia e cultura celta) no Século XIX, ficou assim conhecida como “dia das Bruxas”.

fonte: Wikipédia

Anúncios

Um comentário em “Dia das Bruxas

    Filipe disse:
    28 fevereiro, 2007 às 7:12 pm

    Dizer que “na maioria” das vezes as “bruxas” eram queimadas na fogueira é simplesmente ingenuidade ou má fé.

    Muitos réus de crimes comuns pediam para serem julgados no tribunal DA INSQUISIÇÃO porque esta dava chance de defesa, e portanto, chance de absolvição aos acusados, e isso acontecia amiude.

    Outro erro básico: a Insquisição nao “queimava” pagãos, ela nada tinha com eles. Os réus da Inquisição eram todos Catolicos ou convertidos, Cristaos, portanto, sob jurisdição do Papa.

    Havia a Insquisição Espanhola, que agia independente do Santo Oficio, sediado em Roma. Sem esquecer também as condenações pelas igrejas protestantes.

    Sugiro nao tomar como fonte uma “sopa de letras” como a Wikipédia, onde qualquer um escreve qualquer coisa.

    Saudaçoes

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s