À Medida que / Na Medida que

Postado em

São duas locuções diferentes, embora semelhantes na aparência. Cuidemos para não fazer um cruzamento entre elas, como neste caso: "*À medida em que recuavam, o exército russo e a população civil iam queimando plantações e destruindo fábricas".

I – A locução conjuntiva à medida que está classificada entre as conjunções subordinativas proporcionais; portanto, tem o mesmo significado de à proporção que:

 

          À medida que os relógios de precisão se sofisticaram, a
          velocidade se tornou vital.

 

          No caso do Mal de Alzheimer, que é a principal doença da memória, os neurônios são

          destruídos à medida que a enfermidade avança.

 

          À medida que o regime foi se consolidando, só o caminho que Jango preconizava, de

          resistência política, é que podia mesmo prevalecer”, Brizola reconheceu.

 

          À medida que eram desocupados, galpões impregnados de fuligem passaram a ganhar

          cores e aromas.


II – A segunda locução não se encontra nos livros de gramática
tradicionais, mas está legitimada pelo uso. Não é "invenção de
brasileiro". Em francês, por ex., se diz “dans la mesure ou”. Em
italiano: “I diritti umani hanno in potenza una dimensione culturale,
nella misura in cui un diritto culturale è un diritto
all'identificazione”. Na medida em que se encaixa nas conjunções
causais, tendo o sentido aproximado de “pelo fato (razão, motivo) de
que, uma vez que, já que, porquanto”:

          O Estado, na medida em que se responsabiliza apenas pelo financiamento do Ensino

          Fundamental, estaria se abstendo de cumprir seu papel de promotor do bem comum.

 

          O currículo escolar daria então sua contribuição na medida em que abrisse discussões

          ideológicas e metodológicas.

 

          Essa concepção de linguagem está associada à teoria da comunicação e é falha na

          medida em que reserva ao emissor um papel ativo e ao receptor um papel passivo.

A requisição distingue-se da desapropriação na medida em que somente a União pode requisitar a desapropriação, entre vários outros fatores.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s