Entenda o que é Oração Reduzida

Postado em Atualizado em

Observe as estruturas abaixo:

Quando você fizer tal coisa
Ao fazer tal coisa

No primeiro caso o verbo “fazer” está no futuro do subjuntivo.
No segundo, eliminamos a conjunção “quando” e não conjugamos o verbo “fazer”, deixando-o no infinitivo. Em suma, reduzimos a oração. Ela tem o mesmo valor que a outra, mas está numa forma comprimida.
Veja outro exemplo:

Precisando, telefone.

A frase acima possui duas orações. A primeira, “precisando”, pode ser desdobrada, isto é, descomprimida:

Se precisar, telefone.
Quando precisar, telefone.

Passamos a usar as conjunções “se” ou “quando” e a oração deixa de ser reduzida.
Quando usamos verbos no gerúndio ( falando, bebendo, partindo), no infinitivo ( falar, beber, partir ) ou no particípio ( falado, bebido, partido ), não se usam conjunções, como se e quando, elementos que introduzem a oração. Esta seria iniciada diretamente pelo verbo.
Veja o fragmento de uma letra de Caetano Veloso e Gilberto Gil:

No dia em que eu vim m’embora
… sentia apenas que a mala de couro que eu carregava
embora estando forrada fedia, cheirava mal…

Estando” é gerúndio e o gerúndio estabelece a oração reduzida. Logo, nessa letra a conjunção “embora” não poderia ter sido usada com o gerúndio.
Ficaria assim:

… sentia apenas que a mala de couro que eu carregava,
embora forrada, fedia, cheirava mal…

No caso, houve uma distração. Não pode ser abonado pela norma culta. Outro caso, em português a oração reduzida começa pelo verbo:

Muita gente fala: “Isso posto, vamos ao que interessa.”. Errado.
O correto é “Posto isso, vamos ao que interessa.”

Não se diz “A questão discutida, passamos ao item seguinte”.
Diz-se “Discutida a questão, passamos ao item seguinte.

Oração reduzida sempre começa com o verbo no gerúndio, no particípio ou no infinitivo.

Fonte: Pasquale Cipro Neto

Tech Tags:

Anúncios

7 comentários em “Entenda o que é Oração Reduzida

    elisabetecunha disse:
    18 maio, 2007 às 8:30 pm

    obrigada pelas dicas!:)

    Márcio Martins Melo disse:
    21 maio, 2007 às 5:17 pm

    Olá. Bom texto sobre o infinitivo pessoal. Gostaria de saber se vocês têm mais coisas sobre este tópico que torne mais acessível e agradável o seu ensino.
    Obrigado.

    Sandra disse:
    21 maio, 2007 às 9:10 pm

    Isso é muito é chato, não é?

    monique disse:
    28 maio, 2007 às 11:03 pm

    obrigado
    tirei minhas duvidas apesar que eu precisava
    e necessitava pois tenho uma prova a fazer sobre
    isto e creio que me ajudará
    fui!”……….

    silva disse:
    9 junho, 2007 às 3:18 pm

    Muito bom essa dica, sobre as orações reduzida. aprendi muito valeu

    H disse:
    29 abril, 2008 às 5:37 pm

    Excelente artigo, porém não me exclareceu o seguinte: Como classifico uma oração reduzida, visto que esta não tem conjunção?

    elaine disse:
    29 maio, 2008 às 11:40 am

    não consegui encontrar o que me interesa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s