Últimas notícias do evento

A Escrava Isaura

Postado em Atualizado em

A Escrava Isaura

Pessoal, tô recomendando esse livro por duas razões: primeiro, pelo grande sucesso dessa telenovela brasileira baseada no livro “A Escrava Isaura” de Bernado Guimarães aqui na Argentina. Segundo, porque é uma oportunidade pra vocês conhecerem esse grande escritor brasileiro. Deixo o enlace (basta clicar na seta) para baixar o livro e algumas questões para que vocês possam analisar a obra.

  1. A que período literário pertence essa obra?
  2. Você poderia citar outros autores brasileiros que faça parte dessa corrente literária brasileira?
  3. Faça uma descrição do cenário nacional da época.
  4. Qual é o enredo da obra?
  5. Comente sobre os personagens.
  6. Anote as características do tipo de linguagem usada na obra. Como afeta essa linguagem na descrição dos personagens, por exemplo.
  7. Relacione amor e donzela inexpugnável de acordo com a obra.

Museu da Língua Portuguesa

Postado em Atualizado em

 

 

Conheça o Museu da Língua Portuguesa, seu ponto de encontro com a língua, a literatura e a história. Ao invés de paredes, vozes. No lugar de obras, espaços interativos.
No coração de São Paulo, na Estação da Luz, o Museu proporciona uma viagem sensorial e subjetiva pela língua portuguesa, guiada por palavras, autores e estrelas do Brasil.

 

Museu da Lingua Portuguesa

Deu no Estadão (20/003/2006):

SÃO PAULO – O Museu da Língua Portuguesa abre as portas para o público nesta terça-feira, às 10 horas. Mas a inauguração oficial acontece hoje com duas programações. Pela manhã, foi a vez da cerimônia oficial, às 11 horas, com a presença do governador Geraldo Alckmin, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do ministro da Cultura Gilberto Gil. Às 19h30, um coquetel reúne convidados para uma apresentação especial, com a cantora Maria Bethânia, que lê um trecho do romance Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, para os presentes.

“Esperamos que a população abrace essa instituição com carinho, pois a língua portuguesa é o elemento essencial da nossa cultura”, disse Jarbas Mantovanini, gerente do projeto, após um trabalho de três anos.

O museu, que teve um investimento de R$ 37 milhões, tem três andares e traz, dentre as muitas atrações e atividades, um mantra de expressões entoado por Arnaldo Antunes e uma emocionante exposição sobre o romance Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. “A exposição é interativa. Mas a importância só o tempo vai dizer”, afirmou Bia Lessa, curadora da exposição sobre o romance que faz 50 anos.

Um auditório onde se assiste a um filme sobre a importância da língua e um centro de estudos são outros exemplos. “O centro de pesquisa é a área educativa. Mas é importante lembrar que isso tudo faz parte do projeto de revitalização da Luz – duas bilheterias da CPTM ficam praticamente dentro do museu”, disse Mantovanini.

O museu funcionará das 10 às 17 horas, de terça a domingo, e a entrada sai por R$ 4,00. Estudantes pagam meia e menores de 10 anos, assim como professores da rede pública, não pagam.

Museu da Língua Portuguesa – Estação da Luz, Centro. 3.ª a dom. 10h/17h. R$ 4.

Como dica, em primeiro lugar, eu recomendaria um passeio pela seção “Língua Falada”. Lindo tema para uma conversa na aula, certo pessoal?

Estamos de casa nova!

Postado em Atualizado em

Enfim, encontramos um cantinho onde podemos expressar e compartilhar aquilo que mais gostamos: falar, pensar e escrever em português. Para quem tá chegando, explico que o nosso português é a nossa segunda língua. Mas nem por isso, deixamos de falar bonito com esse  idioma.

Seja bem-vindo. Aqui a hospitalidade brasileira é a mesma de sempre !!